Trabalhadores da saúde participam de ato em defesa do serviço público

A Aserghc e o Sindisaúde – RS estiveram na última quinta-feira (14/11) presentes no ato unificado dos servidores públicos em defesa dos direitos dos trabalhadores e da qualidade do serviço público à população, que vem sofrendo duros ataques das reformas e dos pacotes de Bolsonaro, Leite e Marchezan.

Milhares de servidores públicos federais, estaduais e municipais das áreas de saúde, educação, segurança pública e Justiça mostraram a unificação das diversas frentes do funcionalismo na luta contra os ataques ao serviço público. Convocado pela Frente dos Servidores Públicos do Rio Grande do Sul (FSP/RS), a manifestação aconteceu no entorno da Praça da Matriz, com concentração maior em frente ao Palácio Piratini. Embora muitas críticas tenham sido feitas às políticas do governo Bolsonaro que afetam os direitos de trabalhadores no país, como a Reforma da Previdência e os ataques à educação pública, por exemplo, os principais alvos dos manifestantes foram as propostas do governo Leite para alteração do Plano de Carreira do Magistério, do Estatuto dos Servidores e da Previdência Estadual, que estão sendo chamadas pelos servidores públicos de “pacote da morte” (Com informações do Sul21).

Os trabalhadores da saúde também lembraram das demissões sofridas pelos agentes do IMESF e alertaram sobre o risco de privatização do GHC.

Fotos: Gabrielle de Paula (Comunicação Aserghc)

porno izle porno izle sikiş izle sex izle rus pornosu porno filimi Porno hikayeleri ücretsiz oyun hesapları 2021 oyun hileleri bedeva oyun hesapları bedava bilgi diyarbakır reklam diyarbakır matbaa