10/11: Dia de resistência nas ruas contra a reforma trabalhista

O dia 10 de novembro ficou marcado pela resistência e mobilização contra as novas condições de trabalho impostas pela reforma trabalhista. As novas regras, aprovadas por Temer e o Congresso Nacional, vão prejudicar ainda mais o cotidiano dos trabalhadores, rebaixar salários e precarizar o serviço público oferecido à população em áreas essenciais, como a saúde.

No GHC, houve protesto desde as 10h da manhã em frente ao ambulatório do Hospital Nossa Senhora da Conceição. A população e sindicatos presentes se manifestaram em microfone aberto. Um grupo teatral apresentou uma esquete sobre a nova realidade dos trabalhadores da saúde pública, interagindo com o público que aguardava atendimento e com os funcionários que passavam pela manifestação. Após o almoço coletivo no local, a ASERGHC também realizou uma aula pública sobre as principais mudanças nos direitos trabalhistas, com a presença da diretora de mulheres do Sindicato dos Metroviários de São Paulo, Ana Cláudia Borguin.

À tarde, representantes dos trabalhadores do GHC foram até o Tribunal Regional do Trabalho para participar da caminhada unificada até a esquina democrática, no centro de Porto Alegre, junto às demais categorias grevistas da cidade. Seguiremos na luta contra a precarização do trabalho! Nenhum direito a menos!

Confira o álbum de fotos da ASERGHC aqui

porno izle porno izle sikiş izle sex izle rus pornosu porno filimi Porno hikayeleri ücretsiz oyun hesapları 2021 oyun hileleri bedeva oyun hesapları bedava bilgi diyarbakır reklam diyarbakır matbaa