Todos iguais! Justiça exige eleição democrática para Conselho Administrativo no Hospital Nossa Senhora Conceição

Mais uma vez a mobilização dos trabalhadores em defesa da democracia sindical venceu. Ontem a 4ª Vara do Trabalho de Porto Alegre decidiu por interromper o processo eleitoral que restringia a candidatura de trabalhadores de nível médio e representantes sindicais para representar a categoria de funcionários no Conselho Administrativo no Hospital Nossa Senhora Conceição.

A justiça classificou a tentativa de elitizar e discriminar a participação dos funcionários como “ato antissindical”, e entendeu que qualquer trabalhador tem direito a se candidatar ao Conselho. A decisão inclusive valoriza o tempo e esforço que as funcionárias e funcionários que fazem parte de organizações sindicais dedicam em prol da atividade coletiva.

Foi dado o prazo de 20 dias para o GHC realizar um processo eleitoral justo e igualitário, sob pena de multa de R$ 10.000,00 caso não cumpra a orientação da justiça.
Abaixo a discriminação dos trabalhadores! Exigimos tratamento justo e igualitário!
Nenhum direito a menos! ASERGHC na luta!

porno izle porno izle sikiş izle sex izle rus pornosu porno filimi Porno hikayeleri ücretsiz oyun hesapları 2021 oyun hileleri bedeva oyun hesapları bedava bilgi diyarbakır reklam diyarbakır matbaa