Representantes da ASERGHC e sindicatos comprometem gestão do GHC a discutir restabelecimento do Banco de Remanejo

Representantes da ASERGHC e dos diferentes sindicatos do GHC debatem sobre o Banco de Horas.

Na manhã desta segunda-feira (29) os representantes da Aserghc, Sindisaúde-RS, SindiTestRS, Sergs, Sinttargs, Sindifars, Sinurgs, Sasers, Sindaergs, Sindars e Senge, junto aos trabalhadores da Comissão de Negociação e Mobilização e a assessoria jurídica, reuniram com a gestão do GHC para seguir a exigência de restabelecimento do Banco de Remanejo para o noturno. A regulamentação do Banco de Horas também foi pauta do encontro. Representando a associação estavam Arlindo Ritter, presidente também do Sindisaúde-RS, Elizete Wagner, vice-presidente no HCC e Valmor Guedes, diretor de comunicação.

Representantes da ASERGHC e dos diferentes sindicatos do GHC debatem sobre o Banco de Horas.

Os representantes dos trabalhadores solicitaram nas últimas reuniões da Mesa de Negociação a presença dos próprios diretores do GHC, pois a antiga gestão apenas enviava seus representantes. Desta vez, os sindicalistas foram recebidos pelos atuais diretores André Cecchini, Claudio Oliveira e Francisco Paz. Também estavam presentes os assessores administrativos e jurídicos do Grupo, bem como a Gerência de Recursos Humanos.

Valmor Guedes destacou a importância de todos estarem do mesmo lado, principalmente em benefício da democracia e dos trabalhadores. Já Roberto Carlos Oliveira, representante do SindiTestRS, comentou sobre a precarização no atendimento aos trabalhadores que cuidam da saúde dos pacientes, pois não há tratamentos e exames de alta complexidade para aqueles que dedicam a vida a cuidar do outro. A ASERGHC, juntamente com os sindicatos, reivindica um plano de ação eficaz para a Saúde do Trabalhador, com médicos capacitados e tratamento digno.

Valmor Guedes, diretor de comunicação da ASERGHC, fala sobre a importância da defesa dos trabalhadores

Após longa discussão sobre a necessidade de restabelecer o Banco de Remanejo para o turno da noite e aprimorar seus critérios, bem como ajustar regras do Banco de Horas, os sindicatos e a gestão entraram no seguinte acordo: Prorrogar por 6 meses o atual acordo a respeito do Banco de Horas, a contar de 1º de maio de 2019. Ao mesmo tempo, iniciar um debate entre representantes dos sindicatos, associação e gestores sobre as condições de restabelecimento do Banco de Remanejo, assim como seus requisitos. A primeira reunião para tratar desses temas ficou agendada para 17 de maio, às 10h30.

porno izle porno izle sikiş izle sex izle rus pornosu porno filimi Porno hikayeleri ücretsiz oyun hesapları 2021 oyun hileleri bedeva oyun hesapları bedava bilgi diyarbakır reklam diyarbakır matbaa