Parasitas são os que retiram os direitos dos trabalhadores!

O ministro da economia, o mesmo que vem sendo investigado em fraudes nos fundos de pensão, mais uma vez mostrou a que veio. Atacou os servidores públicos, comparando-os a parasitas, alegando que 90% da receita do país é gasta com o salário de servidores, sendo que apenas 20% do orçamento faz parte dessa despesa. Paulo Guedes ainda utilizou uma informação falsa, de que mais de 80 % da população quer o fim do funcionalismo público.

O que o povo brasileiro quer é ser valorizado. Que os governantes não apenas usem seus mandatos para seus próprios interesses, que mantenham os direitos básicos da Constituição , que não desviem verbas e principalmente que não retirem os direitos daqueles que mantêm este país.

O que vem quebrando as contas do país, como este governo afirma nas mídias, não são os trabalhadores, as políticas públicas, os direitos sociais e trabalhistas. O que quebra as contas públicas é uma opção política, de renúncia fiscal a grandes empresas e a grandes latifundiários, é o pagamento da dívida pública, onde é GASTO MAIS DE 40% DO ORÇAMEN TO DA UNIÃO, deixando de ser investidos na melhoria das condições de vida da classe trabalhadora.

A ASERGHC repudia a declaração do Sr. Paulo Guedes. Repudia a retirada de direitos dos trabalhadores. Repudia a não valorização daqueles que trabalham dia e noite para manter o país, sejam eles do setor público ou privado.
Nenhum direito a menos! Valorização e respeito já! Aserghc na luta!

porno izle porno izle sikiş izle sex izle rus pornosu porno filimi Porno hikayeleri ücretsiz oyun hesapları 2021 oyun hileleri bedeva oyun hesapları bedava bilgi diyarbakır reklam diyarbakır matbaa