Para derrotar a MP 905/2019 e o programa verde amarelo: todos às ruas no dia 04/12!

Sob o pretexto de “criar empregos para jovens entre 18 e 29 anos de idade”, o Governo Bolsonaro editou uma nova reforma trabalhista para ampliar os desmontes dos direitos dos trabalhadores, com a MP 905/2019.

Além de ser inconstitucional, esta proposta em nada resolverá ou atenderá aos 12,515 milhões de desempregados (Pnad) e, os outros 11 milhões no trabalho informal. Trata-se de uma afronta aos trabalhadores e, mais uma vez concedendo facilidades, benefícios e incentivos ao empresariado, atendendo o interesse do mercado. Utiliza-se do desemprego para financiar o emprego, taxando o seguro-desemprego em 7,5% ao INSS.

O programa verde amarelo significa mais precarização na nova modalidade contratual, fere o princípio da isonomia, acaba com repouso e libera o trabalho aos domingos, muda para pior a Contribuição Social do FGTS, precariza e já extinguiu o registro de várias categorias profissionais, como de jornalista, sociólogo e guardador e lavador autônomo de veículos.

Assim, repudiamos a tentativa do governo de mexer na jornada de trabalho, na remuneração, nos sindicatos, no sistema de fiscalização e no Ministério Público do Trabalho para garantir os privilégios dos empresários às custas da exploração dos trabalhadores e da população mais pobre.

Que a luta latino americana nos inspire e estejamos nas ruas a partir de 04/12 construindo paralisações, passeatas e greves. As atrocidades do governo reacionário e liberal de Bolsonaro e Paulo Guedes, que utilizam as Medidas Provisórias de forma abusiva, não podem continuar!

ATO PÚBLICO UNIFICADO de diversas Categorias Profissionais cujo registro profissional foi extinto pela MP 905/2019:

04/12/2019 das 12h às 13h30 – Esquina Democrática, em Porto Alegre.

porno izle porno izle sikiş izle sex izle rus pornosu porno filimi Porno hikayeleri ücretsiz oyun hesapları 2021 oyun hileleri bedeva oyun hesapları bedava bilgi diyarbakır reklam diyarbakır matbaa