Nota em apoio aos educadores e servidores em greve do RS e repúdio à repressão violenta do governo

A ASERGHC e o Sindisaúde-RS manifestam seu apoio à forte greve do Magistério gaúcho, em unidade com os servidores estaduais. Leite está dando continuidade ao absurdo parcelamento de salário dos servidores, e agora quer reduzir o salário dos educadores e retirar direitos adquiridos. O governo estadual, assim como o federal e o municipal, quer que a população pobre e os trabalhadores paguem ainda mais pela crise com seu pacote de maldades, enquanto sabemos que há dezenas de empresários milionários recebendo isenções fiscais e sonegando impostos ao povo gaúcho, bem como milhões de reais gastos em publicidade do governo.

Os professores dão exemplo de unidade, mobilização e coragem aos trabalhadores do estado. O governo, no entanto, não estabelece diálogo. Repudiamos a repressão violenta ocorrida ontem durante ato político dos educadores, servidores e movimentos sociais, que tomaram a Praça da Matriz e a frente do Palácio Piratini em protesto pacífico. Dezenas de trabalhadores saíram feridos da manifestação. É dever do estado garantir a segurança dos professores, e respeitar essa categoria fundamental para a educação pública.

porno izle porno izle sikiş izle sex izle rus pornosu porno filimi Porno hikayeleri ücretsiz oyun hesapları 2021 oyun hileleri bedeva oyun hesapları bedava bilgi diyarbakır reklam diyarbakır matbaa