Hospitais oferecem reajuste insuficiente e greve está mantida

14956568_1855442258007319_5269598643735540837_n

A diretoria da Associação dos Servidores do Grupo Hospitalar Conceição (Aserghc) participou de reunião de conciliação mediada Tribunal Regional do Trabalho, onde os sindicatos que representam os trabalhadores da saúde rejeitaram a proposta de reajuste oferecida pelo Sindihospa e mantiveram a paralisação de 48 horas que começa às 7h da manhã desta quarta-feira (09).

A classe patronal ofereceu apenas 1% a mais na proposta de reajuste anterior, chegando ao índice de 6% até janeiro de 2017, com parcelas de 3,5% já paga em junho sem a concordância dos sindicatos e outra parcela de 1,45% em novembro e a parcela final de 1% em janeiro. A proposta foi rechaçada imediatamente pelo Sindisaúde e Simers, que representam a maior parte dos trabalhadores envolvidos nos hospitais de Porto Alegre. “É ofensivo oferecer essa proposta em assembleia. Os trabalhadores já acumulam perdas e e pedir o INPC já é uma grande defasagem. Os hospitais precisam melhorar essa proposta para que não haja uma grande greve, porque este índice é uma provocação”, afirmou o presidente do Sindisaúde, Arlindo Ritter. Já o presidente da Aserghc, Valmor Guedes, conclamou os servidores a engrossar a greve. “Só com luta vamos conseguir pressionar e conquistar nossos direitos”, frisou.

O mediador do encontro, vice-presidente do TRT, desembargador João Pedro Silvestrin, apelos às partes para que mantenham o diálogo em andamento no período de paralisação. A categoria irá avaliar os rumos do movimento em assembleia no dia 11/11, às 14h em frente ao Hospital Conceição. Na audiência desta terça-feira ficou ratificado o compromisso das categorias em manter o atendimento em áreas essenciais dos hospitais.
Os estabelecimentos abrangidos pela negociação e que serão atingidos pela paralisação somam 60% dos leitos totais de internação e 66% das vagas do SUS na Capital, informou o SIMERS. Na Região Metropolitana, a fatia é de 40%. Grandes hospitais como os do Grupo Hospitalar Conceição (GHC) e Clínicas serão atingidos.

Desde julho, data-base do setor, busca-se a reposição da inflação acumulada, mas o sindicato patronal oferece pouco mais da metade do índice. A reposição da inflação anual soma 9,5% no caso dos médicos. O Sindihospa sequer acenou com a garantia da aplicação integral do INPC para revisão de 2017. Até agora, a oferta foi de 5% de reajuste escalonado.

A definição sobre fazer a paralisação foi tomada há duas semanas em plenária unificada de todas as categorias.

porno izle porno izle sikiş izle sex izle rus pornosu porno filimi Porno hikayeleri ücretsiz oyun hesapları 2021 oyun hileleri bedeva oyun hesapları bedava bilgi diyarbakır reklam diyarbakır matbaa