GHC ataca direito ao Quinquênio, conquista da Convenção Coletiva de Trabalho

Em mensagem enviada aos trabalhadores na manhã de ontem, 29 de junho, o GHC afirma que o período entre 28 de maio deste ano e 31 de dezembro de 2021 não poderá ser considerado para o direito à gratificação por tempo de serviço, isto é, o quinquênio previsto da Convenção Coletiva de Trabalho (leia o e-mail na íntegra ao final da matéria). Mesmo em meio a uma pandemia, em que os trabalhadores da saúde estão sobrecarregados física e psicologicamente, se dedicando diariamente para atender a população, a gestão do GHC procura brechas para retirar mais direitos das categorias.

A assessoria jurídica da ASERGHC e Sindisaúde-RS afirma que o adicional por tempo de serviço está previsto em norma coletiva, negociada entre as partes, portanto, protegida pela autonomia das vontades coletivas. Também destaca que a aplicação do artigo da lei citada no e-mail não atinge empresas públicas como o GHC e o HCPA, e que a Convenção Coletiva de Trabalho de 2020 foi acordada posteriormente à implementação da lei complementar (editada em 27 de maio de 2020) citada pela gestão do GHC, sem qualquer ressalva da diretoria do Grupo na época.

A ASERGHC orienta que os associados(as) que estiverem próximos de completar seu quinquênio procurem atendimento jurídico na associação, para que a equipe de advogados tome medidas jurídicas para proteger seus direitos. Os trabalhadores associados(as) apenas ao Sindisaúde-RS podem entrar em contato diretamente com o sindicato.

Contatos para agendamento de consulta jurídica trabalhista:
HNSC e HCC: 51 3013-6200
HCR: 3018-1991
HF: 3019-0005

Leia abaixo o e-mail completo enviado pelo GHC aos trabalhadores:

E-mail enviado à trabalhadores do GHC pela instituição ameaça direito ao quinquênio.

 

porno izle porno izle sikiş izle sex izle rus pornosu porno filimi Porno hikayeleri ücretsiz oyun hesapları 2021 oyun hileleri bedeva oyun hesapları bedava bilgi diyarbakır reklam diyarbakır matbaa