Gestão do GHC adverte uso de máscaras caseiras, não distribui EPIs e sequer se responsabiliza pela orientação aos trabalhadores

Mesmo tendo o Hospital Nossa Senhora da Conceição como local de referência para acolher a população com suspeita de infecção de COVID19, o GHC parece não saber orientar corretamente seu próprio quadro pessoal sobre o uso de EPIs.

O cartaz (abaixo) está fixado numa área interna do Hospital Cristo Redentor, em um mural para divulgação de avisos para os trabalhadores. A orientação indica a advertência do uso de máscaras artesanais, supostamente em nome do departamento de Controle de Infecção. No entanto, não há qualquer assinatura ou carimbo que legitime a orientação. O cartaz não explica, também, porque o Grupo não fornece EPIs para a totalidade do quadro pessoal dos hospitais e unidades, contrariando a determinação do Ministério da Saúde e da Organização Mundial de Saúde.

Os trabalhadores tem direito à correta orientação de autoproteção e ao fornecimento de EPIs adequados, pois são fundamentais para o combate à pandemia causada pelo novo coronavírus no SUS.

porno izle porno izle sikiş izle sex izle rus pornosu porno filimi Porno hikayeleri ücretsiz oyun hesapları 2021 oyun hileleri bedeva oyun hesapları bedava bilgi diyarbakır reklam diyarbakır matbaa