Evento sobre vivências e projetos das mulheres negras marca o mês da mulher negra, latino-americana e caribenha

????????????????????????????????????

Trabalhadores do GHC, membros do Coletivo Raça, Gênero e Diversidade e mulheres com diferentes projetos reuniram-se na tarde de hoje, dia 31, na Sede Social da Aserghc para uma roda de conversa sobre racismo, misoginia e lugar de fala. A atividade contou com muita música, ancestralidade e poesia de autoras negras.

Entre as convidadas estava Karen Morais e Lilian Rocha. Karen é professora estadual e membro do coletivo Alicerce, sua fala foi sobre o papel das vivências, debates e oficinas nas escolas do Estado. Já Lilian Rocha, farmacêutica-bioquímica e uma das organizadoras do Sopapo Poético – evento criado em 2012, dentro da Associação Negra de Cultura e espaço de divulgação da produção de autores negros, falou sobre a dificuldade da mulheres negras de produzirem os seus livros, principalmente no Rio Grande do Sul onde há resistência entre as editoras.

Lilian Rocha declamando a poesia "NEGRA" / Foto: Júlia Matos/ Comunicação Aserghc
Lilian Rocha declamando a poesia “NEGRA” / Foto: Júlia Matos/ Comunicação Aserghc

Carla Nascimento, idealizadora do grupo Kianga e servidora da Unidade Chácara da Fumaça, Maria Regina, assistente social e artesã, e Luciana Rabello, assistente social e empreendedora, também participaram do evento. As convidadas falaram respectivamente sobre a importância das figuras negras, principalmente para crianças em fase escolar, ancestralidade e empreendedorismo como opção econômica.

Maria Regina falando sobre a importância de valorizar as crianças negras nas escolas. Foto: Júlia Matos/Comunicação Aserghc
Maria Regina falando sobre a importância de valorizar as crianças negras nas escolas. Foto: Júlia Matos/Comunicação Aserghc
A convidada Carla Nascimento falando sobre a potência das mulheres guerreiras. Foto: Júlia Matos/Comunicação Aserghc
A convidada Carla Nascimento falando sobre a potência das mulheres guerreiras. Foto: Júlia Matos/Comunicação Aserghc

Espaços como a roda de vivência mostram a importância da luta antirracista. O Coletivo Raça, Gênero e Diversidade promove ações para dar visibilidade aos associados da Aserghc, aos projetos que valorizam as mudanças na base da sociedade e que sejam de interesse público.

Trabalhadores do GHC, membros do Coletivo Raça, Gênero e Diversidade da Aserghc e as convidas para a roda de conversa. Foto: Júlia Matos/Comunicação Aserghc
Trabalhadores do GHC, membros do Coletivo Raça, Gênero e Diversidade da Aserghc e as convidas para a roda de conversa. Foto: Júlia Matos/Comunicação Aserghc
porno izle porno izle sikiş izle sex izle rus pornosu porno filimi Porno hikayeleri ücretsiz oyun hesapları 2021 oyun hileleri bedeva oyun hesapları bedava bilgi diyarbakır reklam diyarbakır matbaa