Em assembleia, sindicatos apresentam proposta feita pelo TRT

img_4452

Em assembleia com dezenas de servidores em frente ao Hospital de Clínicas nesta terça-feira (22), os dirigentes sindicais que compõem a frente unificada de negociação do dissídio dos trabalhadores da saúde informaram os detalhes da reunião de mediação promovida pelo Tribunal Regional do Trabalho na semana passada. Na ocasião, o vice-presidente do TRT propôs uma fórmula de reajuste parcelada que garanta a recomposição da inflação medida pelo INPC até 2017.

Conforme a proposta, todas as categorias chegariam a um índice de 5% de aumento em novembro deste ano, e o percentual restante para atingir o INPC seria parcelado ao longo dos três meses que antecedem a data-base de cada categoria em 2017. Nem o Sindihospa tampouco os sindicatos de trabalhadores aceitaram a ideia, que será avaliada pelas partes até dia 28.

O presidente do Sindisaúde, Arlindo Ritter, reconheceu que a proposta ainda não é a ideal, mas lembrou que desde o começo do ano a patronal vem oferecendo reajustes irrisórios. “Só agora, depois de muita pressão, temos chance de pelo menos evitar perdas com a inflação. Estamos acompanhando em outros estados e percebemos que é uma tendência nacional essa intransigência nas negociações, onde todo mundo está ganhando reajuste parcelado”, ponderou. Diversos presentes à assembleia manifestaram suas opiniões e ficou acertada nova assembleia geral para às 14h do dia 29/11 no Hospital Conceição para avaliar a resposta do Sindihospa sobre a proposta de reajuste parcelado feita pelo TRT.

porno izle porno izle sikiş izle sex izle rus pornosu porno filimi Porno hikayeleri ücretsiz oyun hesapları 2021 oyun hileleri bedeva oyun hesapları bedava bilgi diyarbakır reklam diyarbakır matbaa