Do Quinto Leito

Por Rudi Caldeira, Diretor Sindical da Aserghc.

Para poder esvaziar as emergências em nossos hospitais, mostrar uma falsa realidade para o Ministério Público, para a imprensa e para os usuários, o Grupo Hospitalar Conceição criou a figura do quinto leito nos andares, nos postos dos hospitais, principalmente no Hospital Conceição.

Antes, os pacientes sentados em cadeiras ou mesmo deitados no chão recebiam atendimento quase que desumano em nossa emergência, por falta de espaço físico e de profissionais não havia como humanizar o atendimento, mas será que com triagem de exclusão, que manda embora pacientes que poderiam vir a ser internados ou empilhando pacientes nos andares é a solução?

Acontece que os funcionários do GHC já estavam sobrecarregados antes mesmo desta medida, com um déficit de pessoal cada vez mais crescente, muitos afastados no INSS também graças a esta carga, com doenças do trabalho, o absenteísmo em expansão. Acontece que este quadro se agravou e muitos agora pedem socorro, guerreiros, querem trabalhar, mas estão sentindo o esgotamento físico e mental, se tornou insuportável esta realidade.

Outra situação que vem trazendo desconforto e agravando a situação é que este quinto leito, além de amontoar pacientes em um mesmo ambiente, deixando-os ainda mais vulneráveis, é que se tivermos uma parada cardio-respiratória em um dos leitos, outros pacientes precisam ser removidos para o corredor para ser prestado o atendimento de socorro.

Pacientes sobem para os andares para internação, mas não significando que terão o atendimento na unidade da especialidade que necessitam, pois se a vaga que estiver aberta for de uma outra especialidade, será ali locado, ou seja, não terá a atenção apropriada, ainda temos a questão dos isolamentos que permeiam o atendimento de enfermagem que conta em muitos setores com apenas uma enfermeira para gerenciar, as vezes, mais de quarenta leitos.

Como podemos analisar é de extrema importância que tenhamos dentro de nossa instituição um dimensionamento de pessoal com criação de mais vagas que traga dignidade tanto para os funcionários, quanto para pacientes, que traga tranquilidade para os familiares, fazendo assim com que se humanize realmente o atendimento; É preciso um dimensionamento do espaço físico, pois temos espaços ociosos ou em mal uso, sendo utilizados como depósitos em nossas unidades hospitalares.

É PRECISO COMPROMETIMENTO DA GESTÃO!
A SAÚDE PEDE SOCORRO NO GHC!

porno izle porno izle sikiş izle sex izle rus pornosu porno filimi Porno hikayeleri ücretsiz oyun hesapları 2021 oyun hileleri bedeva oyun hesapları bedava bilgi diyarbakır reklam diyarbakır matbaa