Câmara aprova fim de investigação por corrupção contra Temer

Ontem a Câmara Federal aprovou o fim da investigação sobre a conduta do presidente Michel Temer. Após horas de discursos hipócritas debochando da realidade do povo, 263 deputados federais decidiram não seguir a apuração sobre a denúncia de corrupção apresentada pela Procuradoria Geral da República. 227 deputados votaram pela continuação da investigação, mas não foi suficiente.

12 ministros foram exonerados temporariamente, para poder participar da votação e blindar a presidência. Nas últimas semanas Temer liberou cerca de 2,11 bilhões de reais do orçamento público para emendas. As emendas são aplicações dos recursos públicos em locais indicados por parlamentares, como obras ou investimentos.

Para deputados que votaram a favor de Temer, R$ 134 milhões foram liberados em emendas em junho. Os deputados que votaram contra Temer receberam, no mesmo período, R$ 66 milhões. Entre as justificativas de voto, houve parlamentares que agradeceram ao presidente pela liberação de dinheiro para obras em sua cidade, em troca do apoio dos deputados para livrar Temer da denúncia.

Enquanto isso, o governo federal se nega a garantir direitos básicos e salários dignos, como é o caso dos trabalhadores do complexo hospitalar GHC, que sustentam a saúde pública de qualidade. Estamos ao lado dos 94% da população que rejeita este governo!

ONG Contas Abertas. Arte - G1

Fonte: ONG Contas Abertas e G1
Foto: Arte G1

porno izle porno izle sikiş izle sex izle rus pornosu porno filimi Porno hikayeleri ücretsiz oyun hesapları 2021 oyun hileleri bedeva oyun hesapları bedava bilgi diyarbakır reklam diyarbakır matbaa