Aserghc participa de Grande Expediente na Assembleia Legislativa sobre a crise na saúde

Deputados, trabalhadores da saúde e público em geral participaram do Grande Expediente na Assembleia Legislativa, Foto: Júlia Matos/Comunicação Aserghc

A Aserghc participou na tarde de hoje, 08, do Grande Expediente promovido pelo Deputado Estadual Pedro Ruas (Psol) sobre “A crise da saúde no RS”. A precarização da saúde, a falta de investimentos e a terceirização nos serviços básicos foram os principais temas abordados. Na mesa estavam Valmor Guedes, presidente da Aserghc, juntamente com os representantes do SindiSaúde, Sergs, Ashps, Simers, usuários do SUS e demais entidades representativas.

Representantes da Aserghc, SindiSaúde, Sergs, Ashps, Simers e demais entidades presentes na Mesa. Foto: Júlia Matos/Comunicação Aserghc
Representantes da Aserghc, SindiSaúde, Sergs, Ashps, Simers e demais entidades presentes na Mesa. Foto: Júlia Matos/Comunicação Aserghc

O deputado Ruas denunciou na tribuna a triste realidade dos trabalhadores terceirizados da higienização do Grupo Hospitalar Conceição (GHC), que estão com os salários, vale alimentação e vale transporte atrasados há mais de seis meses. Ruas ainda afirmou que a crise que estamos vivendo tem com um dos principais motivos o congelamento em investimentos básicos, como a saúde, educação e segurança.

Deputado Pedro Ruas falando sobre a precarização na saúde. Foto: Júlia Matos/Comunicação Aserghc
Deputado Pedro Ruas falando sobre a precarização na saúde. Foto: Júlia Matos/Comunicação Aserghc

A terceirização no GHC já provou em 2013 que faz mal a saúde pública, afeta a qualidade do serviço prestado à população e prejudica os trabalhadores. Atualmente os higienizadores vinculados à empresa FA Recurso Humanos e que atuam nas 12 Unidades de Saúde (US), consultório da rua, nos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS), na Escola GHC e no prédio admirativo vêm sofrendo na pele com os atrasos dos repasses das verbas.

Na última semana, devido ao atraso dos seus salários e no pagamento do vale transporte, alguns trabalhadores terceirizados não conseguiram chegar até seus locais de trabalho. Com isso as Unidades de Saúde ficaram sem a devida higienização para manter condições de trabalho adequadas, além do fechamento de uma unidade por três horas pela falta de limpeza. Mais uma vez a terceirização prova que é fruto da má gestão e da precarização.

Deputados, trabalhadores da saúde e público em geral participaram do Grande Expediente na Assembleia Legislativa, Foto: Júlia Matos/Comunicação Aserghc
Deputados, trabalhadores da saúde e público em geral participaram do Grande Expediente na Assembleia Legislativa, Foto: Júlia Matos/Comunicação Aserghc
Rudi Caldeira, diretor sindical da Aserghc, sendo entrevistado pela TV Assembleia.
Rudi Caldeira, diretor sindical da Aserghc, sendo entrevistado pela TV Assembleia.
porno izle porno izle sikiş izle sex izle rus pornosu porno filimi Porno hikayeleri ücretsiz oyun hesapları 2021 oyun hileleri bedeva oyun hesapları bedava bilgi diyarbakır reklam diyarbakır matbaa