ASERGHC e Sindicatos negam proposta absurda da gestão do GHC

Na última terça-feira (25/07) pela manhã houve uma reunião entre representantes dos sindicatos de diferentes categorias da saúde e representantes do GHC. Os gestores apresentaram uma absurda e desrespeitosa proposta aos trabalhadores: acabar com as férias-prêmio e a licença para capacitação profissional, e apenas R$ 13,00 a mais no valor mensal do vale alimentação.

Na prática, significa 0,43 centavos a mais para a alimentação de cada dia do mês de trabalho dos funcionários (considerando um mês com trinta dias). Os diretores da ASERGHC e os demais sindicatos presentes rejeitaram a proposta. Enquanto o governo de Temer gasta bilhões na liberação emendas parlamentares para livrar o presidente da denúncia de corrupção no Congresso, oferece migalhas para os trabalhadores. Isso é inaceitável!

Dia 9 de agosto às 14h ocorre a última audiência de mediação no Tribunal Regional do Trabalho da 4ª região, onde a gestão do GHC será confrontada pela justiça. É hora de unirmos forças para defender quem faz a saúde pública. Não aceitaremos nenhum direito a menos!

porno izle porno izle sikiş izle sex izle rus pornosu porno filimi Porno hikayeleri ücretsiz oyun hesapları 2021 oyun hileleri bedeva oyun hesapları bedava bilgi diyarbakır reklam diyarbakır matbaa