ASERGHC COBRA DO GHC APLICAÇÃO DE REAJUSTE SALARIAL

285bcf7c-b153-4a0b-8bcc-bfef182eeded

De forma deliberada e unilateral, a diretoria do Grupo Hospitalar Conceição preparou um presente de grego para os trabalhadores que dedicam suas vidas a cuidar da saúde da população gaúcha. Após quase 10 meses de muita pressão, quando todos esperavam a segunda parcela do reajuste, de 1,45%, na folha de pagamento deste mês, eis que a diretoria do hospital deixa todos a ver navios e não concede o reajuste.

A Aserghc reuniu-se na manhã desta quinta-feira (15) com o gerente de RH, José Ricardo Agliardi, e deixou claro que não aceitará com passividade esse descaso com os trabalhadores. Segundo Agliardi, a não-inclusão do reajuste na folha de pagamento de dezembro decorre da falta de autorização pelo Ministério do Planejamento, em Brasília. A explicação soa estranha, pois no Sindihospa a alegação foi de que o acordo firmado no Tribunal Regional do Trabalho ainda não havia sido oficializado no sistema. Qualquer uma das explicações é uma desculpa esfarrapada, já que o pagamento da parcela de 1,45% é previsto para toda categoria e foi oferecido pelos hospitais ainda na primeira quinzena de novembro, demonstrando que havia tempo de sobra para organizar o caixa e prever o pagamento aos trabalhadores.

Demos prazo até segunda-feira (19) para uma solução ao caso, seja com a alteração do contracheque seja com a emissão de uma folha de pagamento suplementar. Não aceitaremos esse descaso! O pagamento do reajuste não está mais em negociação, é um DIREITO conquistado com muita luta. E voltaremos a nos mobilizar caso uma solução imediata não seja apresentada. O caso será levado ao conhecimento do Ministério Público e da Justiça do Trabalho. O servidor do GHC não está sozinho nessa!

porno izle porno izle sikiş izle sex izle rus pornosu porno filimi Porno hikayeleri ücretsiz oyun hesapları 2021 oyun hileleri bedeva oyun hesapları bedava bilgi diyarbakır reklam diyarbakır matbaa