Acordo interno é fechado com avanço apenas no Vale Alimentação

Após cerca de seis meses de dura negociação, o processo de renovação do acordo interno dos trabalhadores do GHC foi encerrado na tarde desta terça-feira. A categoria aceitou em assembleia geral o reajuste de R$ 13,00, retroativo a partir de 1º de abril, sobre o valor total mensal do Vale Alimentação, junto com a retirada da Licença para Capacitação e as Férias-Prêmio.

A atual diretoria tem agido conforme a política de ajuste fiscal do governo federal de Temer (PMDB e PP), apresentando propostas que apenas retiram direitos conquistados com mobilizações e greves dos funcionários. A negociação chegou ao Tribunal Regional do Trabalho onde a diretoria, representada por seus advogados, sequer dialogou sobre o impacto da retirada de benefícios trabalhistas na vida das milhares de pessoas atingidas.

A precarização das condições de trabalho contribui para a desqualificação do serviço de atendimento de saúde prestado à população. A gestão do GHC quer abrir caminho para a privatização dos hospitais e demais postos de atenção básica, que são o único acesso possível à saúde gratuita de milhares de pessoas em Porto Alegre, na região metropolitana e interior. É necessário valorizar a rede do SUS e também quem a constrói todos os dias.

Fotos: Comunicação ASERGHC

DSC_0206

DSC_0233

DSC_0075

DSC_0119

DSC_0129

DSC_0147

porno izle porno izle sikiş izle sex izle rus pornosu porno filimi Porno hikayeleri ücretsiz oyun hesapları 2021 oyun hileleri bedeva oyun hesapları bedava bilgi diyarbakır reklam diyarbakır matbaa