ASERGHC, Sindisaúde-RS e sindicatos pressionam GHC por reajuste salarial

Foto: Antonio Paz - Jornal do Comércio

Na última quarta-feira (10), o presidente da ASERGHC Arlindo Ritter participou da audiência de mediação online sobre a proposta de reajuste salarial no Tribunal Regional do Trabalho da 4ª região, junto aos representantes do Sindisaúde-RS, Sergs, Sindifars, Sinditest-RS, Sisergs, Simers, Senge e Sasers. A diretoria do GHC estava representada por dois advogados de sua assessoria jurídica.

As entidades sindicais têm reivindicado o reajuste da inflação na data base de cada uma das categorias da saúde, e/ou um abono para suprimir as perdas relativas ao período. “Estamos há mais de um ano enfrentando um vírus desconhecido, perdendo centenas de profissionais para uma doença traiçoeira, salvando milhares de vidas no SUS, e mesmo assim precisamos vir ao TRT4 explicar porquê os trabalhadores merecem valorização e recomposição salarial”, lembra Arlindo Ritter.

Diante dos argumentos dos sindicatos, a mediação demandou que o Sindihospa, representante das gestões hospitalares, faça uma contraproposta aos trabalhadores, podendo considerar um índice único para a negociação das datas-base de 2020 e 2021, levando em conta a possibilidade de antecipação de algum percentual de reajuste. Inicialmente, a gestão do GHC ofereceu reajuste zero aos trabalhadores.

A próxima reunião de mediação entre sindicalistas e patronal está agendada para o dia 2 de março, às 15h.

porno izle porno izle sikiş izle sex izle rus pornosu porno filimi Porno hikayeleri ücretsiz oyun hesapları 2021 oyun hileleri bedeva oyun hesapları bedava bilgi diyarbakır reklam diyarbakır matbaa